Mundo Husqvarna

Jardinando - Jardinagem
Publicado em 22 de setembro de 2015

Plantas para decorar a casa

Manter plantas em casa exige alguns cuidados. Escolha o tipo que mais combina com a sua rotina

por Rosalba da Matta Machado

Um jardim bem projetado sempre está a oferecer todos ímpares momentos ao ar livre. Os pássaros, as borboletas, as estações do ano, a brisa e até mesmo a chuva produzem encantamentos.

 

Mas, pensa-se em plantas dentro de casa? Grande ideia! Lá, elas causam bem-estar e conforto. Que é tudo o que se quer numa casa. E mais: perfumam, decoram. Não há limite para esta bela extravagância.

 

shutterstock_256003411Shutterstock

Algumas pessoas se cativam com um único vaso. Suficiente tantas vezes para deixar o ambiente mais aconchegante. Outras gostam de montar uma pequena floresta, com várias espécies.

 

O perfume pode vir de orquídeas (Cattleya sp. e Encyclia odoratissima) e lírios (Lilium pumilum) ou, ainda, da lança-de-ogum (Sansevieria cylindrica), com suas flores de marcante aroma noturno.

 

Para quem aprecia flores: camélia (Camellia japonoica), azaléia (Rhododendron simsii), ciclamem (Cyclamen persicum), jasmim-do-cabo (Gardenia jasminoides), amarílis (Hippeastrum hybridum), impatiens (Impatiens walleriana) e mini-rosa (Rosa chinensis).

 

Se a ideia for trazer o verde para dentro de casa, algumas espécies bastante folhosas ficam lindas, como asplênio (Asplenium nidus), filodendro (Philodendron sp.), cheflera (Schefflera arboricola), zamioculca (Zamioculcas zamiifolia) e calatéia (Calathea sp.).

 

shutterstock_183998699Shutterstock

As árvores também podem ser mantidas em vasos. Várias espécies de fícus atendem a este propósito, como o figueira-lira (Ficus lirata), o figueira-triangular (Ficus leprieurii) e o fícus miniatura (Ficus elástica ‘Decora’).

 

Se pensarmos em palmeiras, tem-se a licuala (Licuala grandis), a chameodora (Chamaedorea elegans), a pinanga-de-coroa (Pinanga coronata) e as mais populares, versáteis e resistentes fênix (Phoenix roebelenii) e ráfis (Raphis excelsa).

 

Frutíferas também ficam um charme em vasos: jabuticaba (Myrciaria cauliflora), laranjinha kinkan (Citrus japonica), romã (Punica granatum) e acerola (Malpighia glabra).

 

E ainda existem aquelas que quase nada exigem. Perfeitas para lugares a sol pleno – os cactos e as suculentas. Cactos: cabeça-de-frade (Melocactus bahiensis), o famoso mandacaru (Cereus jamacaru), cacto-azul, (Pilosocereus azureos) e palmeira de Madagascar (Pachypodium lamerei). As suculentas (são fáceis de cuidar e gostam de sol): echevéria (Echeveria glauca), planta-fantasma (Graptopetalum paraguayense), flor-de-maio (Schlumbergera truncata) e planta-jade (Crassula argentea).

 

Os vasos e cachepots (palavra francesa que define vaso decorativo, destinado a esconder os vasos de plantas) complementam a decoração da casa. Sãos diversos os tamanhos e modelos disponíveis no mercado: barro, vidro, metal, plástico, pedra, fibra, cerâmica etc.

 

Para acertar na escolha, tanto da espécie vegetal como do tipo do vaso, deve-se considerar as seguintes informações (e combiná-las com o tipo de planta):

1. Luminosidade e ventilação do ambiente – a luz é natural ou artificial? Ficará no sol da manha ou da tarde? As janelas permanecem mais tempo abertas ou fechadas? Tem ar condicionado?

2. Presença de crianças – já maiores ou pequenas? Passam correndo pelo local onde ficará a planta?

3. Presença de animais – gatos ou cães? De que tamanho? Ficarão sozinhos por período prolongado no mesmo ambiente das plantas?

4. Manutenção – interesse e disponibilidade para irrigar, adubar e combater pragas e doenças.

 

Para que a planta dure muitos anos no local escolhido, todas as perguntas devem ser criteriosamente respondidas. Deve-se ter atenção especial em relação às plantas tóxicas para evitar acidentes.

 

*Rosalba da Matta Machado é formada em Engenharia Agronômica pela Universidade de Brasília e possui especialização na área de paisagismo. Com expertise de mais de 15 anos no mercado, já atuou em vários estados brasileiros em projetos de jardins para áreas residenciais, rurais comerciais e governamentais.

Informe os dados abaixo para finalizar o seu cadastro

Campos com (*) são obrigatórios

Obrigado pelo seu cadastro!

Agora aproveite e confira os nossos conteúdos.