Mundo Husqvarna

Publicado em 27 de novembro de 2017

Prepare o solo para o plantio de soja

Mesmo sem ter acesso à alta tecnologia operacional e sob fortes estiagens, é possível deixar o solo em dia para cultivar a soja.

A soja ainda é a commodity agrícola que melhor remunera o produtor brasileiro, e por isso, a área plantada da cultura deve crescer no Brasil, segundo especialistas do setor. Setembro marcou a abertura de seu plantio da soja aqui no Brasil. Embora as expectativas quanto à safra 2017/18 não sejam tão otimistas quanto nos anos anteriores, a soja ainda é a principal safra do ano. A baixa se deve à forte estiagem e ao câmbio desfavorável. Por conta disso é importante atentar para as etapas preliminares ao plantio da semente.

 

Primeiro o produtor deve priorizar a soja ou o milho. Normalmente sao plantadas as duas culturas em sucessão e ele tende a continuar fazendo isso. Mas, com a baixa de chuvas, a antecipação da semeadura da soja pode colocar tudo em risco. O correto seria esperar, para dar chance de a soja germinar bem, pois tudo indica que vai faltar água também na fase de desenvolvimento da planta.

 

  • Prepare o solo

    Escolha um local espaçoso para comportar a plantação, sem resquícios de plantações anteriores. O solo deve ser rico em nutrientes e não ser seco. Também é recomendado arar o solo para moer os restos de outras plantas para transformá-las em matéria orgânica.

  • Adube o solo

Além de arar o solo, é recomendado enriquecê-lo com outras substâncias para potencializar os nutrientes e fortalecer a fertilização. O recomendado é revirar a terra colocando substâncias vitamínicas para renovar os seus nutrientes. Pesticidas leves, que possuam capacidade para manter a plantação de soja longe das pragas são bem-vindos.

  • Semeie os grãos

Preparado o solo, comece a semear, entre dezembro e fevereiro. Devem ser feitas covas para armazenar os grãos de soja, cada uma com até três sementes. O espaçamento ideal deve ter 60 cm entre cada canteiro, para não comprometer o crescimento geral.

  • Irrigue os grãos

     

    Acompanhe a evolução da plantação diariamente, evitando a infestação de pragas e outros males. A irrigação tem que ser feita de acordo com o tamanho da plantação. Se for pequena, pode ser manual. Caso seja grande, deve-se usar um método mecânico, capaz de atingir todas as plantas, de forma bem distribuída.

     

    • É hora da colheita

     

    Quando os grãos apresentarem um teor de 15% a 16% de água, deve ser feita a colheita. Colheitadeiras profissionais evitam perdas e facilitam esse processo. Depois disso, os grãos precisam ser secados de forma natural. Alguns agricultores armazenam o material nas cooperativas, para que sejam muito bem cuidados.
    O produtor deve usar toda a tecnologia que possui para amenizar riscos climáticos e também avançados métodos de manejo, incluindo aguardar para plantar, para garantir que as plantas suportem melhor períodos de seca. Além de garantir que a planta tenha as condições ideais para germinação, o atraso no plantio afasta a chegada da temida ferrugem asiática, pior doença da cultura.

     

    A Husqvarna possui equipamentos pensados para todo esse processo, como pulverizador, atomizador ou roçadeira, equipamentos que facilitam a produção de pequenas, médias e grandes safras.

Informe os dados abaixo para finalizar o seu cadastro

Campos com (*) são obrigatórios

Obrigado pelo seu cadastro!

Agora aproveite e confira os nossos conteúdos.