Mundo Husqvarna

Jardins
Publicado em 26 de dezembro de 2016

Plantas e flores: mais que beleza no jardim

Finalidades alternativas de plantas e flores garantem o sucesso de quem procura funções além do jardim ornamental

A importância do planejamento de um jardim não é novidade no ramo do paisagismo. O que muitas vezes para um leigo parecem apenas flores e plantas combinadas de forma harmoniosa, para profissionais da área de jardinagem e proprietários responsáveis pela manutenção do jardim é resultado de um detalhado planejamento.

 

Mas, além de estudar as melhores plantas para ornar os jardins com base no estudo do solo, fornecimento de água e posição solar, é possível lançar mão de plantas “coringas”, cuja finalidade vá além de apenas embelezar o ambiente.

 

A fotossíntese e a polinização, por exemplo, são processos comuns que auxiliam na manutenção do ecossistema por meio da composição dos jardins. No entanto, não é só isso. As flores e plantas de um jardim podem exercer finalidades específicas de acordo com suas estruturas. Entenda algumas dessas funções para deixar o jardim além de lindo, funcional.

 

Sombra e água fresca com as trepadeiras

 

Seja na composição do pergolado, ou na composição de uma cortina verde, além de trazer beleza para o jardim, as trepadeiras garantem sombra ao ambiente, tornando-se ideais para jardins que são também área de uso comum. Além disso, quando utilizadas em muros, as trepadeiras diminuem o contato do sol com o material da construção, amenizando assim o excesso de calor que pode ocorrer.

 

Adaptável, a alamanda amarela pode florir o ano inteiroDivulgação

Adaptável, a alamanda amarela pode florir o ano inteiro

 

Uma vez que pergolados em geral são compostos de madeira e por isso apresentam uma estrutura muito mais forte do que uma cerca, uma boa aposta nestes elementos são as trepadeiras mais robustas e pesadas, como a alamanda amarela. A espécie é uma boa opção, pois apresenta facilidade de adaptação e tende a florir o ano inteiro.

 

Guaco cresce rápido e é fácil de manterDivulgação

Guaco cresce rápido e é fácil de manter

 

Caso a estrutura a ser utilizada se assemelhe à de uma cortina verde (geralmente montada em cercas), uma opção de rápido crescimento e fácil manutenção, além de características medicinais, é o Guaco. Se você quer, além de uma cortina verde de proteção e sombra, também flores decorativas, a melhor opção é a Ipoméia

 

Proteção. sombra e flores coloridas: ipoméiaDivulgação

Proteção. sombra e flores coloridas: ipoméia

 

Jardins que primem pela sombra tanto quanto pela beleza e que contem com um espaço disponível um pouco maior, podem apostar ainda em árvores ornamentais. As diferentes espécies de árvores trazem opções – floridas ou não – para grandes jardins.

 

Leia também:

Grandes jardins pedem atenção na escolha das árvores

 

A versatilidade das cercas-vivas

 

Outra classe de planta que traz não apenas beleza, mas também segurança, privacidade, delimitação de espaços, redução de ruídos e poluição e ainda funciona como quebra-vento, são as cercas-vivas. Versáteis, existem diversas espécies que se adequam a sua necessidade.

 

De forma geral, as cercas-vivas desempenham a função de filtro de poluição e ruído para o ambiente cercado. Além disso, sua estrutura mais fechada proporciona privacidade. De forma mais específica, caso a necessidade seja de delimitação de espaço sem agressão do solo em função de raízes fortes, a espécie de maior preferência é a Murta, já que a mesma não “estoura” calçadas e seu verde brilhante valoriza o ambiente. Tem crescimento lento e é fácil de ser podada.

De crescimento lento, a murta não "estoura" calçadasDivulgação

De crescimento lento, a murta não “estoura” calçadas

 

Se além da delimitação, objetiva-se ainda segurança, as opções mais indicadas são o Sansão-do-campo e o Maricá. Ambas crescem rapidamente, têm potencial de fechamento de área e ainda contam com espinhos de proteção.

Sansão do Campo: cresce rápido e tem espinhos para proteçãoDivulgação

Sansão do Campo: cresce rápido e tem espinhos para proteção

 

Caso a intenção seja de unir a finalidade de proteção das cercas-vivas com a beleza das flores, o hibisco é uma escolha que traz requinte aos jardins.

 

Hisbisco é opção que traz requinte ao jardimDivulgação

Hisbisco é opção que traz requinte ao jardim

 

Suculentas e a retenção de água

 

As suculentas se tornam cada vez mais a opção ideal para quem não quer abrir mão de um belo jardim, mas tem dificuldades para fazer a manutenção necessária. A principal característica dessa espécie típica da África está na sua capacidade de retenção de água, o que facilita o processo de manutenção.

 

E engana-se quem pensa que ter um jardim desse tipo significa ficar reduzido apenas a cactos: atualmente estima-se que existam cerca de 22 mil espécies de suculentas, sendo 2 mil só de cactos.

As Crassulas estão entre as espécies preferidas para jardins externosDivulgação

As Crassulas estão entre as espécies preferidas para jardins externos

 

Entre as espécies preferidas para a composição de um jardim externo, destacam-se as espécies Crassulas, Echeveria, Kalanchoe e Hawortia.

 

A Hawortia é outra das suculentas muito apreciada em jardinsDivulgação

A Hawortia é outra das suculentas muito apreciada em jardins

 

A Echeveria é uma suculenta muito utilizadaDivulgação

A Echeveria é uma suculenta muito utilizada

Informe os dados abaixo para finalizar o seu cadastro

Campos com (*) são obrigatórios

Obrigado pelo seu cadastro!

Agora aproveite e confira os nossos conteúdos.