Mundo Husqvarna

Agronegócio
Publicado em 25 de maio de 2016

Cultivo de palmeiras para palmito é fácil e tem venda garantida

Palmeiras Juçara e Pupunha podem render bons lucros ao produtor

O Brasil é o produtor, consumidor e exportador de palmito do mundo. Isso, no entanto, esse alto consumo, juntamente com a exploração ilegal e predatória tornou as palmáceas, em especial a juçara, espécie ameaçada de extinção. A fim de buscar uma alternativa mais ecológica passou-se a extrair da palmeira Pupunha, bem aceita no mercado.

 

O cultivo: palmito Juçara x Pupunha

 

A palmeira Juçara por fornecer um palmito de ótima qualidade acabou entrando em extinção. Pelo bom valor comercial hoje é possível plantar a espécie. As sementes saem em torno de R$ 30 o quilo. Uma muda pronta sai em média R$ 10. A planta necessita de sombreamento total ou combinado com outras plantas e é muito importante fazer roçadas  na parte baixa para retirar as espécies danosas. A árvore demora de 5 a 8 anos para que se possa extrair o palmito.

 

Já a palmeira Pupunha não necessita de uma grande área para se desenvolver o que permite ao produtor um planejamento dentro das necessidades dele.  As sementes da palmeira sem espinhos custam em torno R$ 0,05 cada. A muda formada pelo agricultor custa R$ 0,30. A cultura vem dando certo. No Vale do Ribeira, SP, o cultivo cresceu 60% em cinco anos. Cada palmeira pupunha produz por 25 anos e apenas um trabalhador consegue dar conta de 30 mil pés, em média.

 

Para quem se interessa pelo cultivo de palmeiras para palmito existem algumas vantagens. A venda é quase certa porque há uma demanda crescente e se exige pouca mão-de-obra.

 

Fonte: Mundo Husqvarna

Informe os dados abaixo para finalizar o seu cadastro

Campos com (*) são obrigatórios

Obrigado pelo seu cadastro!

Agora aproveite e confira os nossos conteúdos.