Mundo Husqvarna

Mercado Florestal
Publicado em 8 de julho de 2015

Conheça o processo de transplante de árvores

O corte nem sempre é uma opção viável, por isso, diante da urbanização, muitas árvores precisam ser transportadas

shutterstock_292108133Foto: Shutterstock

Um dos principais motivos de deslocamento de árvores, hoje, é a urbanização. Na maioria dos casos, a árvore está no caminho de uma obra e o corte não é uma solução viável. Quando isso acontece, o indicado é que a árvore em questão seja apenas transferida de lugar. E você sabe como fazer isso?

 

 

Das menores e mais leves às mais robustas

 

Um transplante de árvore bem feito é capaz de comportar pesos que ultrapassam 20 toneladas. Mas é necessário muito cuidado, já que um procedimento mal feito pode causar danos permanentes e até mesmo a morte da planta.

 

Confira algumas dicas para realizar o transplante de forma adequada:

 

1. Preferencialmente, transporte árvores e arbustos na primavera. Essa época precede o degelo do solo e antecede o florescimento. Outono e inverno são as estações menos adequadas para o procedimento, pois as raízes têm mais dificuldade de adaptar-se ao novo terreno.

 

2. Seis meses antes do transplante, cave um círculo em torno da árvore com cerca de seis vezes o diâmetro do tronco. Você pode contar com o auxílio de pás ou uma escavadeira. A cavidade deve ter aproximadamente 60cm de profundidade, já que as raízes principais ficam próximas à superfície.

 

3. Em seguida, corte as raízes com serrote de poda. Com o círculo escavado e as raízes serradas, jogue terra úmida e adubo e regue o local com frequência (dia sim, dia não).

 

4. Após o período de seis meses, novas raízes começam a brotar. Então, a árvore está pronta para o transplante. O torrão (bloco de terra e raízes) deve ser embalado antes da mudança. O indicado é que se use saco de juta, que é biodegradável e não precisa ser retirado na hora de recolocar a árvore no solo.

 

5. Para erguer e planta, cabos de aço devem envolver o torrão e os galhos para equilibrar a árvore. Então, ela é içada por um guindaste e viaja até o seu destino. Se o trajeto for longo, um caminhão pode ser utilizado durante o transporte.

 

6. É importante que se plante a árvore na mesma posição em que ela estava quando foi retirada do solo porque é assim que ela se adaptou ao ambiente. Além disso, o novo local já deve estar adubado, irrigado e com os níveis de pH controlados.

 

7. Como, no início, as raízes ainda não estão fixas no solo, o ideal é que a árvore receba escoras de madeira para resistir às adversidades climáticas. A estrutura apoia a planta por um período médio de um ano, quando a árvore já está adaptada, forte e se sustentando sozinha.

 

Fonte: Mundo Husqvarna

Informe os dados abaixo para finalizar o seu cadastro

Campos com (*) são obrigatórios

Obrigado pelo seu cadastro!

Agora aproveite e confira os nossos conteúdos.