Mundo Husqvarna

Jardins
Publicado em 16 de novembro de 2015

Como escolher, plantar e cuidar da grama no jardim

Escolher o estilo de jardim, as flores e a decoração são os primeiros passos para projetar um jardim – o que muitos não imaginam é que a grama também merece destaque neste planejamento.

 

Usadas para jardins em residências, condomínios, áreas urbanas e rurais para elaborar diversos tipos de jardins, as gramas são divididas basicamente em dois tipos: as ornamentais, usadas para paisagismo em geral, e as esportivas, com elevado nível de manutenção para os gramados de esporte.

Grama é a planta e gramado é o conjunto de plantas de grama. Ou seja, um gramado é formado por várias plantas de grama.Foto: shutterstock

Grama é a planta e gramado é o conjunto de plantas de grama. Ou seja, um gramado é formado por várias plantas de grama.

 

A seguir, aprenda como escolher, plantar e cuidar do gramado de um jardim com a Engenheira Agrônoma Caroline de Moura D’Andréa Mateus, do Departamento de Solos e Recursos Ambientais da FCA/UNESP – Botucatu.

 

Leia também

Os sete erros que podem arruinar o gramado recém-implantado

 

As 4 espécies de gramas comercializadas no Brasil

 

Considerada a mais produzida no Brasil, a grama esmeralda (Zoysia japonica) é a espécie utilizada na maioria dos gramados instalados com suas folhas de tamanho médio e boa densidade de cobertura do solo. Seu forte sistema radicular é o responsável por conter taludes e áreas sujeitas à erosão, o que a faz ser ideal para estes casos. Suas folhas estreitas também a fazem ser ideal para áreas residenciais.

 

Já a grama bermudas (Cynodon spp.) é uma excelente opção para gramados esportivos devido a sua rápida recuperação de danos causados por tráfego excessivo. No entanto, é altamente exigente em manutenção (nutrição, irrigação e frequência de poda). Curiosidade: ela foi utilizada em todas as arenas construídas para a Copa do Mundo FIFA 2015.

 

Leia também:

E-book gratuito: Como planejar seu jardim

Artur Melo trata sobre o tema em suas colunas para a seção profissionais do campo

 

Há dois diferenciais da grama são-carlos (Axonopus compressus) para as outras: suas folhas largas e pilosas apresentam baixa densidade, sendo possível visualizar o solo entre as plantas de grama, e sua tolerância ao sombreamento, o que a torna uma opção para áreas em que a grama esmeralda não se desenvolve bem.

 

A grama santo-agostinho (Stenotaphrum secundatum) também é uma opção para áreas sombreadas e ainda tolera regiões salinas, sendo muito utilizada em jardins de residências litorâneas. A altura de poda varia de 2,5 a 6,0 cm, sendo a menor altura utilizada em áreas menos sombreadas e a maior altura utilizada em áreas mais sombreadas.

 

Mantenha a grama saudável para ter um jardim belo

 

Para um jardim saudável é preciso que todas as plantas estejam bonitas – inclusive a grama.

 

Como todas as plantas, a grama precisa de vários nutrientes considerados essenciais para seu desenvolvimento. Dentre esses nutrientes, os exigidos em maiores quantidades pela grama são o nitrogênio, o fósforo e o potássio. Uma forma de disponibilizar todos os nutrientes essenciais para a grama é a aplicação de material orgânico no solo (esterco animal, bagaço de cana-de-açúcar ou composto orgânico, por exemplo), que possuem em sua composição todos os nutrientes.

 

Um gramado bem cuidado fica verde, o que proporciona sensação de conforto e paz – ao contrário de um gramado mal cuidado, que fica amarelado e/ou seco.Brivia | Mundo Husqvarna

Um gramado bem cuidado fica verde, o que proporciona sensação de conforto e paz – ao contrário de um gramado mal cuidado, que fica amarelado e/ou seco.

Cada espécie de grama requer um tipo de manejo, sendo esse manejo dependente da forma de utilização do gramado. De maneira geral, para manter o gramado saudável é necessário que ele receba água (chuva e irrigação) e nutrientes (adubação) na quantidade adequada e seja podado na altura correta frequentemente.

 

Além disso, se detectados ataques de pragas e/ou doenças, é necessário que um técnico seja consultado para diagnosticar o problema e recomendar o melhor tratamento para solucioná-lo o mais breve possível, para que o nível de dano não seja elevado.

 

Fonte: Mundo Husqvarna

Informe os dados abaixo para finalizar o seu cadastro

Campos com (*) são obrigatórios

Obrigado pelo seu cadastro!

Agora aproveite e confira os nossos conteúdos.